Skip to content

Resenha Crítica | Blackfish – Fúria Animal (2013)

Blackfish - Fúria Animal | Blackfish

Blackfish, de Gabriela Cowperthwaite

É fato que parques aquáticos, como os do grupo SeaWorld, são um dos que mais despertam a atenção de turistas ou de famílias em período de férias. A razão está nas apresentações das orcas, que fazem a alegria do público através dos seus feitos na piscina coordenados por um treinador. No entanto, a performance do animal só é possível após anos de cativeiro e uma série de ações alarmantes em busca do lucro através do entretenimento.

“Blackfish – Fúria Animal” vem como um dos documentários mais pulsantes em tempos recentes no que se refere ao seu caráter de denúncia. Com 75 mil dólares ao seu dispor, a novata Gabriela Cowperthwaite moveu montanhas ao coletar depoimentos de vários treinadores que passaram pelo SeaWorld, confessando diante da câmera o arrependimento de participarem do processo cruel de adestramento de orcas como Tilikum, cujo histórico de vida é acompanhado pela narrativa.

Capturada na Islândia em 1983, a orca cresceu totalmente comprometida ao ser retirada de sua verdadeira natureza. Além da possibilidade de ter a sua própria existência resumida, Tilikum pode provocar ações que correspondem a sua natureza selvagem, trazendo riscos a todos que a manipulam no SeaWorld. O desastre era inevitável: ao todo, três treinadores foram atacados por Tilikum, levando a óbito Dawn Brancheau, talvez a mais experiente que passou pelo SeaWorld.

A cineasta Gabriela Cowperthwaite não poupa o público de imagens de arquivos que flagram tanto as agressões de orcas contra os seus treinadores quanto a dor profunda provocada pelos ruídos que Tilikum emite com a falta da família e do lar em que nasceu. Os protestos já repercutiram: além de métodos para manter a integridade dos treinadores durante as apresentações, celebridades agora recusam que suas imagens sejam associadas ao SeaWorld, o que talvez tenha colaborado para a queda de vendas de ingressos para as atrações no último ano. Alguns progressos em um caso que precisa de mais mudanças urgentes.

Be First to Comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: