Skip to content

Avanti Popolo

Avanti Popolo

37ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo

Além de ser um dos mais importantes cineastas que o cinema brasileiro já teve, Carlos Reichenbach é também um grande personagem. Falecido em 14 de junho de 2012 com 67 anos, Reichenbach envelheceu como um artista que estampava em sua fisionomia os traços de alguém que viveu intensamente e com muitas histórias para compartilhar. Como ator, mostra-se o maior trunfo de “Avanti Popolo”.

A história registra o reencontro entre um pai (Reichenbach) e um de seus dois filhos, André (André Gatti), que acaba de se divorciar. Há um choque nesta relação reestabelecida, pois é evidente a diferença do estilo de vida entre esses dois personagens. Isso é percebido na dificuldade de André em se adaptar na velha residência em que seu pai vive com uma cachorra de estimação chamada Baleia. Trata-se de um ambiente castigado pela passagem do tempo e totalmente bloqueada para a passagem de luz natural.

Uruguaio-israelense radicado em São Paulo, o diretor e roteirista Michael Wahrmann, que estreia aqui na condução de longa-metragem, se aproveita de alguns artifícios para intensificar o seu drama. Existe o apego tanto pelos ambientes externos em que os personagens transitam quanto o cenário principal, praticamente um terceiro protagonista da história. Já o cinema e a música se manifestam como artes que preservam o sentimento de saudade.

Trata-se de um filme sobre o duro relacionamento entre pais e filhos. Mais precisamente, sobre um filho sem horizonte que busca enaltecer as lembranças de um pai ainda abalado com o desaparecimento de um outro filho desde os tempos da Ditadura. No entanto, ainda que a ilustre presença de Carlos Reichenbach enriqueça essa proposta, há a ausência de uma direção mais firme em “Avanti Popolo”. O alívio cômico proporcionado pela cena do “Dogma 2002” não resulta eficaz ao ser prolongada e Michael Wahrmann não é feliz nos planos que utiliza para registrar a rotina sem novidades de seus personagens, algo que compromete inclusive a compreensão de alguns diálogos, quase inaudíveis.

Avanti Popolo, 2012 | Dirigido por Michael Wahrmann | Roteiro de Michael Wahrmann | Elenco: André Gatti, Carlos Reichenbach, Eduardo Valente, Marcos Bertoni, Paulo Rigazzi, Mariah da Penha, Júlio Martí, Michael Wahrmann e Estopinha | Distribuidora: Vitrine Filmes | Mostra Brasil

One Comment

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: