Skip to content

Resenha Crítica | Incêndios (2010)

Os conflitos no Oriente Médio registram intolerâncias que jamais direcionam a uma solução. Em 2005, Wajdi Mouawad fez a primeira montagem de “Incendies”, peça teatral de grande sucesso cuja protagonista surge como vítima dos trágicos episódios em meio a uma guerra entre palestinos e cristãos. Denis Villeneuve foi o nome que recebeu carta branca de Wajdi Mouawad para levar seu espetáculo para o cinema. O realizador que já vinha do forte “Politécnica”, produção exibida na 34ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo que encena o massacre de estudantes em 1989 num colégio de Montreal, não apenas garantiu vaga na categoria de melhor filme estrangeiro na última edição do Oscar como faz de “Incêndios” um sério candidato a melhor filme exibido em circuito nacional neste ano de 2011.

A personagem interpretada pela bárbara Lubna Azabal (de “Exílios” e “Paradise Now”) enfrenta uma via crúcis. Nawal Marwan é mãe de gêmeos que morre ao entrar num repentino estado de choque. De sexos opostos, Jeanne (Mélissa Désormeaux-Poulin) e Simon (Maxim Gaudette) se deparam com um pedido impactante no testamento da mãe: a busca pelo pai e irmão deles. Ambos sempre acreditaram que o pai já estivesse morto e nunca souberam da existência de um irmão. Quando encontrados, duas cartas em poder do tabelião feito por Rémy Girard devem ser entregues pessoalmente. Simon é contra cumprir o pedido da mãe falecida, mas Jeanne é não é cética e embarcará nesta jornada de buscas pelas origens de Nawal.

Em um trabalho de montagem que permite que o público jamais desvie sua atenção, acompanhamos estes personagens no presente enquanto flashbacks se encarregam de mostrar Nawal e as tragédias que passam a abatê-la desde o instante que engravida de um palestino. Para não desonrar a família, por sua vez cristã, seu namorado não apenas é assassinado por seu irmão como seu filho é enviado contra sua vontade para a adoção ao nascer. A mãe de Nawal dá a chance de reencontro deixando no pé do recém-nascido três pequenas marcas circulares. A procura se mostra desoladora para Nawal, que será atingida de todas as maneiras ao percorrer um cenário marcado por violência.

Ir além será expor as grandes emoções oferecidas por uma narrativa que conecta irretocavelmente todas as pontas soltas e que permite que nós avancemos nas descobertas no mesmo ritmo atingido por Jeanne e Simon. Esta cumplicidade é o segredo de “Incêndios”, que através de uma mulher, Nawal, registra todos os horrores de um conflito que, amenizado ou não, não deixará de atingir futuras gerações, culminando num desfecho que apresenta uma coincidência que não soa forçada e capaz de destroçar muitos corações.

Título Original: Incendies
Ano de Produção: 2010
Direção: Denis Villeneuve
Roteiro: Denis Villeneuve, baseado na peça de Wajdi Mouawad
Elenco: Lubna Azabal, Mélissa Désormeaux-Poulin, Maxim Gaudette, Rémy Girard, Abdelghafour Elaaziz, Allen Altman, Mohamed Majd, Nabil Sawalha, Baya Belal, Bader Alami, Karim Babin, Anthony Ecclissi e Yousef Shweihat
Cotação: [5star.jpg]

15 Comments

  1. Tô doida para conferir este filme!! Todo mundo diz ser a grande obra estrangeira do ano passado!

    • Kamila, com certeza é. O maravilhoso “Em Um Mundo Melhor” que me desculpe, mas Denis Villeneuve é o grande filme estrangeiro do último ano.

  2. Gosto do filme, mas não acho essa maravilha toda. Ainda mais ao final quando o roteiro resolve apostar em grandes conhecidências para fechar ciclicamente o filme. Mas tem seus bons momentos, e uma ótima atuação da Lubna Azabal.

  3. Sei que muitos se queixaram com a coincidência presente no ato final da história, mas não senti que ela é forçada, exagerada. E a interpretação de Lubna Azabal é fora de série, pena que foi esnobada nas premiações mais populares.

  4. […] derrubou preconceitos e foi visto por mais de dois milhões de espectadores | Será “Incêndios” o melhor filme de 2011? | “Poesia” mostra o lado triste de envelhecer | Nicole Kidman rouba […]

  5. […] de Ser Invisível” | “Os Descendentes” | “Precisamos Falar Sobre o Kevin” Em 2011: “Incêndios“ Em 2010: “Os Homens Que Não Amavam As Mulheres“ Em 2009: “Dúvida” Em 2008: “Desejo […]

  6. […] mãos de um criminoso com más intenções. Após surpreender o mundo com o extraordinário “Incêndios“, o canadense Denis Villeneuve revisita esta premissa em “Os Suspeitos”, que […]

  7. […] 2012: Tilda Swinton, por “Precisamos Falar Sobre o Kevin“ Em 2011: Lubna Azabal, por “Incêndios“ Em 2010: Noomi Rapace, por “Os Homens Que Não Amavam As Mulheres“ Em 2009: Melissa Leo, […]

Follow

Get every new post on this blog delivered to your Inbox.

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: